Presidente da OAB-PA participa da homenagem à Lyda Monteiro

O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos participou hoje (27), da ex-secretária do Conselho Federal Lyda Monteiro. a secretária do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil que foi vítima de carta-bomba de autoria de agentes da ditadura militar, há exatos 30 anos.

Passadas três décadas da explosão na sede da Ordem dos Advogados do Brasil, o presidente da Secional da OAB do Rio de Janeiro, Wadih Damous, pediu hoje (27) a reabertura do inquérito para apurar quem ordenou e executou o atentado dirigido ao então presidente da entidade, Eduardo Seabra Fagundes, e que acabou por vitimar sua secretária, Lyda Monetiro, cuja morte foi lembrada hoje em ato público na sede da OAB-RJ.

Para Jarbas, é dever da Ordem cobrar a apuração dos fatos e do Judiciário punir os culpados. "O Estado brasileiro tem o dever de esclarecer as circunstâncias e declinar quem foram os mandantes e executores do atentado à bomba, que vitimou a secretária do Conselho Federal, Lyda Monteiro. A luta pela memória e verdade não pode parar. Haverá de prosseguir para que o Estado e a sociedade brasileira se reconciliem com sua história".

 

 

Subseções

 

Publicações

Links Úteis

 

 

      

   

  

 

 

OAB - SEÇÃO PARÁ

Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina
Belém-PA - CEP 66015060
Fone:(0xx91) 4006-8600
Fax: (0xx91) 4006-8603