Prerrogativas: Conselho Seccional desagravou advogada violada por delegado

IMG 9439A sessão de desagravo público ocorreu durante a reunião ordinária dos conselheiros seccionais realizada na última quinta-feira (04), conduzida pelo presidente da Ordem, Alberto Campos, no plenário Aldebaro Klautau, sede da instituição. A advogada Liriam Rose Sacramenta Nunes teve seus direitos profissionais desrespeitados diante de uma cliente por um delegado da Polícia Civil do Pará.

Ao usar a tribuna, o presidente Alberto Campos afirmou que a realização do desagravo representava o resgate de uma dívida com a advogada e defendeu a união da classe. “Considero que estamos em um momento de alegria, mas, ao mesmo tempo, sem esquecer da responsabilidade que temos, a partir de agora, de lutar unidos”, sustentou. “Receba a solidariedade de toda a advocacia não só do Pará, mas do Brasil”, concluiu.  

IMG 9451Vice-presidente da OAB-PA, Cristina Lourenço salientou que quando as prerrogativas da advocacia são violadas está sendo violado o direito de defesa. “O direito de defesa é um dos diretos mais caros que nós temos e conseguimos às duras penas. É por isso que batalhamos todos os dias e damos voz a quem não tem voz, aquele que, às vezes, até quere chegar às autoridades, mas elas não ouvem nem mesmo o advogado".

Secretário-geral e presidente da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas, Eduardo Imbiriba ressaltou que o desagravo acabou sendo promovido “em um momento peculiar, de uma onda punitivista, principalmente contra a advocacia criminal”. O diretor seccional destacou que a Ordem assumiu o compromisso com a classe de ir às ruas e aos órgãos públicos “protestar contra esse tipo de atitude que vem sendo perpetrada não só contra advogados, mas contra a sociedade que nós representamos”.

IMG 9458Diante da mãe, duas filhas e dos colegas de profissão, a advogada desagravada lamentou o momento difícil vivenciado pela advocacia criminal, cujos profissionais não conseguem ter acesso aos clientes. Em relação ao episódio de violação de prerrogativas, ela declarou que não era uma ofensa só a mim como mulher, como advogada, mas à sociedade. Por fim, agradeceu pelo apoio recebido da instituição, especialmente da diretoria, ao tomar conhecimento do seu caso.

Fotos: Yan Fernandes

 

 

Subseções

 

Publicações

Links Úteis

 

 

      

   

  

 

 

OAB - SEÇÃO PARÁ

Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina
Belém-PA - CEP 66015060
Fone:(0xx91) 4006-8600
Fax: (0xx91) 4006-8603