Sistema Regional de Defesa das Prerrogativas atuou em julgamento de acusada de envolvimento em crime contra advogados

IMG 9718No julgamento realizado na segunda-feira (07), na 1ª Vara do Tribunal do Júri de Belém, atuaram na assistência de acusação o presidente da Comissão de Prerrogativas, Eduardo Imbiriba, o procurador-geral de prerrogativas, Braz Mello, o procurador-geral adjunto, Anderson Paulo de Oliveira Gomes. Pelo Ministério Público do Estado, atuou o promotor de justiça José Rui de Almeida Barboza.

A Defensoria Pública do Estado esteve encarregada pela defesa de Leiliane da Silva Cutrim, acusada de ser a mandante do assassinato do advogado Luigi Vasconcellos Freire, ocorrido em setembro de 2013. O júri iniciou às 8h da manhã, no plenário Orlando Vieira, no Fórum Criminal de Belém. Após vários debates entre acusação e defesa, a sentença de absolvição da acusada foi proferida pouco antes de 23h30.00ed17a5 e6e3 404e a6bb b676680cef33

O caso

No dia 15 de setembro de 2013, Luigi Vasconcellos Freire e seu pai Luiz Carlos Horácio foram abordados por dois homens, dentro da própria residência, no bairro de Nazaré, em Belém, quando organizavam um almoço. A dupla atirou nos dois advogados. Luiz Carlos Horácio foi ferido na perna e Luigi Freire teve o projétil disparado contra a cabeça, o que ocasionou sua morte.

Em julgamento realizado no dia 9 de dezembro de 2014, a OAB-PA atuou na assistência de acusação. Na ocasião, a acusada foi absolvida e o Ministério Público do Estado entrou com recurso de apelação, que após ser provido em segunda instância, anulou a decisão recorrida e Leiliane da Silva Cutrim ficou submetida a novo julgamento.

 

 

Subseções

 

Publicações

Links Úteis

 

 

      

   

  

 

 

OAB - SEÇÃO PARÁ

Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina
Belém-PA - CEP 66015060
Fone:(0xx91) 4006-8600
Fax: (0xx91) 4006-8603