IMG 4430

Disputada bem no início da manhã deste domingo (26), a prova registrou a participação de 2 mil competidores. Às 05h30, o presidente da OAB-PA, Alberto Campos, acionou a largada do Portal da Amazônia. Ao todo, os corredores percorreram 21 Km entre avenidas de Belém até ingressar nas imediações do Parque do Utinga, sendo possível disputar individualmente ou por revezamento em dupla (10,5 Km/10,5 Km). Principal etapa do maior circuito de rua da região norte do Brasil, a competição obteve êxito ao largar de um ponto da cidade e chegar em outro, formato pioneiro no Pará.

Vencedores

IMG 4420

Entre os homens, Rosivaldo Moreira da Silva, o “Bragantino”, chegou em 1º lugar ao cravar o tempo de 01h, 11minutos e 27 segundos. O atleta esperava concluir o percurso em torno de 01h e 12 minutos, tempo superior à melhor marca que já atingiu. “Em 2011, eu corri a Meia Maratona do Rio de Janeiro e fiquei em 14º lugar, com o tempo de 01h e 04 minutos”, recordou. Além de elogiar a organização da competição, o corredor comentou que acelerou bastante ao final da prova. “No 15 Km, dei uma puxada e vi que eles (adversários) ficaram. Segurei um pouco e eles encostaram. Deixou pra acelerar nos últimos 2 mil”, revelou.

Na prova feminina, Elivani Oliveira dos Santos conquistou a vitória ao marcar o tempo de 01h, 26 minutos e 56 segundos, que aprovou a novidade do formato. “É uma prova de longa distância, é um teste de resistência bem maior. Eu amo fazer Meia Maratona, é o meu forte. Os meus melhores momentos foram em Meia Maratona”. Vencedora da etapa de Paragominas, a atleta destacou que, apesar de feliz com a conquista, o seu tempo ficou abaixo da sua melhor marca. “Fiz a Meia Maratona do Rio de Janeiro em 01h e 17 minutos. Fui a 5ª melhor brasileira e sexta no geral”.

Advogados (as)

IMG 4557

Guilherme Gonçalves Alves estabeleceu o tempo de 01h, 35 minutos e 31 segundos e ficou em 1º lugar entre os advogados pela primeira vez. Ele atribuiu a vitória aos treinos e ao apoio dispensado pelo bom técnico, ao professor de educação física, academia e nutricionista, além da boa sinalização e bons bloqueios nas ruas. O advogado ainda comentou que fez um tempo melhor do que o esperado. “Corri sem pensar em vencer, apenas tentando fazer o melhor, pois já a marca de 01h e 36 minutos e queria melhorar”.

Vencedora da etapa de Belém do Circuito OAB em 2014, 2015 e 2017, Danielle Valle venceu pela quarta vez entre as advogadas ao cravar o tempo de 01h, 43 minutos e 50 segundos. Ela parabenizou a organização da prova. “Os pontos de água estavam exatamente a cada 3 Km, a largada ocorreu no horário marcado e encontramos uma boa estrutura na chegada”, enumerou. A atleta informou que tinha treinado para completar a prova em 01h e 50 minutos e percebeu que poderia vencer quando entrou no parque do Utinga.

Avaliação

IMG 4783

Presidente da OAB no Pará, Alberto Campos salientou que a coordenação acertou ao apostar na realização da Meia Maratona. “Foi bem melhor ter largado do Portal Amazônia e chegado no Parque do Utinga. Aqui é um espaço mais apropriado para receber este tipo de evento”, ressaltou. Para o presidente, o serviço de hidratação pode ser apontado como um dos outros pontos positivos. “Isso é muito importante para uma corrida de 21km”, frisou. “Assim como os corredores, eu também estou muito satisfeito”, declarou Campos.

Conselheiro seccional e coordenador do evento, Kleber Jorge afirmou que promover a Meia Maratona representou um grande desafio. Nós saímos de um ponto e chegamos em outro. Não foi fácil trazer 2 mil atletas de lá até aqui. “Pra isso, contamos com o apoio de vários órgãos na logística. Sem eles, não conseguiríamos”, agradeceu o advogado. De acordo com ele, a competição deste domingo preenche uma lacuna nesse segmento de competição no Pará. “Atualmente, não existe em nosso estado uma prova no formato disputado hoje: largar de um local e chegar em outro É primeira vez na história”, enfatizou.

IMG 5126

Advogado com experiência em disputar Meia Maratona no Brasil e no exterior, João Paulo Mendes Neto parabenizou a qualidade de sinalização, os pontos de hidratação, bem como a organização e ousadia para montar duas estruturas, uma para a largada e outra para a chegada. “A OAB-PA fez isso com maestria. Já participei de várias competições no Brasil e no mundo, e esta Meia Maratona disputada hoje está no mesmo nível das melhores que já corri”, finalizou.

Circuito

IMG 5167

Ao longo de todo o percurso de Belém, equipes da SEMOB, Guarda Municipal, Detran-PA, Polícia Militar, Polícia Rodoviária do Estado, Marinha do Brasil, CIABA, Corpo de Bombeiros e SESAN atuaram para garantir apoio na segurança do trânsito. O Circuito OAB de Corrida de Rua alcançou sucesso de público em todo o Pará e já virou tradição no calendário esportivo paraense. No interior, as provas foram disputadas em Marabá (17 de junho), Parauapebas (05 de agosto) e Paragominas (19 de agosto).

IMG 5134

Confira os patrocinadores oficiais da edição deste ano: Faculdade de Belém, FABEL- Tuma & Torres Advogados, Nossa Água, Coelho de Souza Sociedade de Advogado; Apoiadores: Secretaria de Estado de Esporte e Lazer - SEEL, Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer – SEJEL, Macedo Corretora de Seguros, Mendonça e Demachki Advogados Associados, Mendes Advocacia e Consultoria, Enil Engenharia, Unimed Belém e Fisical.

Fotos: Yan Fernandes

IMG 4315Principal novidade do 8º Circuito OAB de Corrida de Rua, a prova de 21 Km será realizada no próximo domingo (26). Desde hoje (24) pela manhã, os competidores inscritos na etapa de Belém do maior circuito de rua da região norte do Brasil começaram a apanhar o material disponibilizado pela organização do evento, no plenário Aldebaro Klautau, sede da OAB-PA. Entrega encerra amanhã, entre 9h e 14h.

A Meia Maratona poderá ser disputada individualmente ou por revezamento em dupla (10,5 Km/10,5 Km). A largada será acionada às 5h30, no Portal da Amazônia (Mundurucus). A chegada ocorrerá no Parque do Utinga. Ao longo de todo o percurso, equipes da SEMOB, Guarda Municipal, Detran-PA, Polícia Militar, Polícia Rodoviária do Estado, Marinha do Brasil, CIABA, Corpo de Bombeiros e SESAN atuarão para garantir apoio na segurança do trânsito.

Confira os patrocinadores oficiais da edição deste ano: Faculdade de Belém, FABEL- Tuma & Torres Advogados, Nossa Água, Coelho de Souza Sociedade de Advogado; Apoiadores: Secretaria de Estado de Esporte e Lazer - SEEL, Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer – SEJEL, Macedo Corretora de Seguros, Mendonça e Demachki Advogados Associados, Mendes Advocacia e Consultoria, Enil Engenharia, Unimed Belém e Fisical.

05eca60d 22ca 47eb 8d83 4269ae51b804Nesta quarta-feira (22), o presidente da OAB-PA, Alberto Campos, inaugurou as Salas da Advocacia nos municípios de Vigia de Nazaré e São Caetano de Odivelas, ambas pertencentes à jurisdição da subseção da OAB em Santa Izabel do Pará. Os dois espaços estão equipados com uma estação de trabalho (baias e computadores e impressora), internet de 2 MB, com roteador para Wi-Fi, além de mesa para atendimento e cadeiras.

Secretário-geral da OAB-PA, Eduardo Imbiriva participou da cerimônia, assim como Raimundo Athayde, presidente da subseccional de Santa Izabel do Pará, Isaac Pereira Magalhães Júnior, procurador regional de prerrogativas, Braz Mello, procurador regional adjunto, professor Francisco Freitas, assessor especial da presidência da CAA-PA, Sandro Macedo e Murilo Jatahy, integrantes da Comissão de Defesa de Direitos e Prerrogativas, além de autoridades e diversos advogados que militam na região.

Interiorização

ffdfbb34 a0b3 49ca 9129 c51e0e4ee9f7Neste “Mês da Advocacia”, advogados e advogadas estão sendo presenteados com obras que visam melhorar o exercício profissional no interior do Pará. A subseção da OAB em Tucumã, na região sul do Pará, ganhou sede própria. Localizado próximo ao Fórum da Comarca do município, o novo e moderno espaço está totalmente climatizado e estruturado com seis baias e computadores, impressora multifuncional, internet (por meio de fibra ótica) com alcance de até 15 MB e auditório com capacidade para abrigar mais de 80 pessoas - equipado com sistema de som e projeção (datashow).

Além disso, há sala da presidência, reunião, trabalho, recepção, copa, banheiro (masculino e feminino) e para pessoas com deficiência (PCD), além de garagem. A jurisdição da subseção de Tucumã abrange ainda os municípios de Ourilândia do Norte e São Félix do Xingu.

Oeste

7bcb59c6 9083 4d30 820b 2db25275c2c6Em Santarém, houve a inauguração do parlatório da Penitenciária Feminina (CRASHM), espaço proporcionará que as advogadas e advogados que freqüentam a unidade prisional atendam com mais dignidade seus respectivos clientes. O presidente Alberto Campos inaugurou ainda a Casa da Advocacia de Oriximiná.

Totalmente refrigerado, o local está estruturado com duas estações de trabalho (baias e computadores), espaço destinado à utilização de notebook, impressora, bebedouro, cafeteira, mesa redonda e armários para guardar material de expediente. Na ocasião, o presidente seccional ainda entregou ao presidente da subseção de Óbidos, Antonio Edson, o documento que regularizou a posse do automóvel doado pelo TRT8 à referida subseccional.

OAB-PA e Caixa de Assistência dos Advogados do Pará inauguraram o Centro de Fisioterapia e o anexo I da sede da subseção de Santarém (nova sala do Conselho Subseccional), além de melhorias e benfeitorias no Clube dos Advogados (Pindobal).

IMG 4001

No último sábado (18), o plenário Aldebaro Klautau recebeu o quinto Fórum das IES do triênio 2016-2018 promovido pela Escola Superior de Advocacia e a Comissão de Educação Jurídica da OAB-PA. Os representantes das instituições de ensino superior do Pará que compareceram ao local foram contemplados com a palestra “A Regulamentação das Avaliações de Cursos Superiores”, ministrada pelo advogado José Wagner Cavalcante Muniz, mestre em Educação, Doutor em Neurociências e avaliador institucional de cursos de graduação do INEP/MEC.

Em sua explanação, Wagner Muniz pontuou os instrumentos que são utilizados no processo de avaliação dos cursos de Direito, sempre priorizando qualidade da formação do futuro profissional. De acordo com o palestrante, a reformulação do instrumento utilizado pelo Ministério da Educação focou em “pontos específicos pertinentes à capacitação dos docentes que irão formar os futuros operadores do Direito e à estruturação do curso de forma acadêmica”.

IMG 4005

Outra importante alteração citada por Wagner Muniz diz respeito à participação dos conselhos profissionais de classe no referido processo de uma forma opinativa, de modo que possam contribuir no processo de avaliação dos cursos. Por fim, o palestrante elogiou a iniciativa da OAB-PA de promover o debate justamente na programação do ‘Mês da Advocacia’. “A Ordem, como entidade fiscalizadora do exercício profissional, presta serviço enorme à sociedade ao se tornar entidade preocupada com a formação dos futuros operadores do Direito, dos futuros advogados, para que possuam a formação ética e bom conteúdo”, declarou.

Presidente da Comissão Jurídica da OAB-PA, Luna Freitas explicou que a escolha da temática era necessária para reciclar em virtude das alterações na legislação e a recém aprovação de novas portarias que tratam da regulação do ensino superior. “Nós vamos organizar novos encontros para tratar de temas específicos. Hoje, fizemos um panorama geral. Devido à grandiosidade do tema, nós dividir por assunto, como: específico do instrumento, Enade e assim sucessivamente”, adiantou a advogada e professora.

Fotos: Yan Fernandes

OAB POST NotaRepudio JUN17A Comissão de Proteção aos Direitos da Pessoa com Deficiência da OAB-PA vem a público manifestar seu REPÚDIO ao comercial da SETRANSBEL, que levanta a seguinte bandeira: "Se todos pagassem, a tarifa seria menor".

A propaganda aduz que o valor alto da tarifa paga nos transportes públicos é vinculada diretamente ao número de pagantes usuários do serviço, alertando entretanto que o alto número de gratuidades que são fornecidas (por lei, diga-se) aos idosos, pessoas com deficiência e meia passagem aos estudantes, são um grande prejuízo, pois se todos pagassem o valor normal da passagem, a tarifa então seria menor.

Tal manifestação coloca todas as pessoas com deficiência como vilãs na sociedade, colocando a culpa das altas tarifas a quem não paga passagem. Lembramos que, as pessoas com deficiência pagam os mesmos impostos, e, têm por direito, a gratuidade nos transportes. Vivem numa sociedade cega, pois são excluídas das políticas públicas.

A lógica de toda a empresa é o lucro, a livre iniciativa, por óbvio, entretanto transportes públicos são serviços de concessão do Estado, ou seja, há um papel de função social a ser cumprido, o que quer dizer garantir direitos à população a igualdade e não só de cunho formal, mas também no aspecto material, da equidade, o que implica que nem todos serão tratados de mesmo modo.

A gratuidade do serviço a idosos e a pessoas com deficiência decorrem de inúmeras obrigações garantidas em documentos internacionais, além de Lei, seja ela constitucional ou de amparo federal, que vislumbram tais grupos como sujeitos de intensa discriminação social, de exclusão, ausências de políticas públicas adequadas, entre outros, além da vulnerabilidade econômica e social por quais perpassam os usuários do serviço.

Tal tipo de publicidade configura-se como verdadeira desonestidade intelectual, gerando odiosidade a grupos que já são por si só marginalizados socialmente. A verdadeira inclusão, vai muito além do lucro, está em entender que todos têm direito aos mesmos bens e garantias sociais e que isso implica não necessariamente na mesma forma de acesso.

É no mínimo absurdo um comercial que propaga a ideia de que benefícios sociais historicamente conquistados através de muita luta não são justos ou merecidos. Absurdo e discriminatório.

Assim, pedimos imediata retratação do órgão público.

 

 

Subseções

 

Publicações

Links Úteis

 volegal

      promad2

   

  

 

 

OAB - SEÇÃO PARÁ

Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina
Belém-PA - CEP 66015060
Fone:(0xx91) 4006-8600
Fax: (0xx91) 4006-8603