O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Ophir Cavalcante, formalizou hoje (13) a entrega ao presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Ari Pargendler, das listas sêxtuplas da entidade com os candidatos escolhidos para preenchimento de três vagas de ministro naquela Corte destinadas à advocacia, dentro do sistema do Quinto Constitucional. As três listas sêxtuplas se destinam a preencher as vagas resultantes de aposentadorias dos ministros Antonio de Pádua Ribeiro, Humberto Gomes de Barros e Nilson Naves.

As listas foram elaboradas durante sessões extraordinárias do Pleno do Conselho Federal da OAB, no sábado e domingo últimos, e compostas pelos 18 advogados mais votados dentre 41 candidatos inscritos e sabatinados. Durante a entrega das listas, no gabinete da Presidência do STJ, o presidente nacional da OAB esteve acompanhado do secretário-geral da entidade, Marcus Vinicius Furtado Coêlho.  Além do presidente do STJ, ministro Ari Pargendler, estava presente o ministro Mauro Campbell Marques.

Seguem as listas sêxtuplas entregues hoje ao STJ pelo Conselho Federal da OAB, por ordem de classificação:

1ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Antônio de Pádua Ribeiro: Edson Vieira Abdala (PR), Carlos Alberto Menezes (SE), Márcio Kayatt (SP), Alexandre Honoré Marie Thiollier Filho (SP), Ovídio Martins de Araújo (GO) e Antonio Carlos Ferreira (SP).

2ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Humberto Gomes de Barros: Fábio Costa Ferrario de Almeida (AL), Rodrigo Lins e Silva Cândido de Oliveira (RJ), Aniello Miranda Aufiero (AM), Sebastião Alves dos Reis Junior (DF), Rogério Magnus Varela Gonçalves (PB) e Alde da Costa Santos Júnior (DF).

3ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Nilson Naves: Bruno Espiñeira Lemos (BA), Reynaldo Andrade da Silveira (PA), Mário Roberto Pereira de Araújo (PI), Elarmin Miranda (MT), Esdras Dantas de Souza (DF) e Ricardo Villas Bôas Cueva (SP).

Fonte: Site do Conselho Federal

DSC_1171O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos já confirmou presença na 1ª Sessão Ordinária da 2ª Turma do Tribunal Regional do Trabalho - TRT 8ª Região, que será realizada amanhã (14), em Santarém.

A sessão, que acontecerá no Salão do Tribunal do Juri, no Fórum de Justiça da Comarca de Sanatarém, às 10h, será presidida pelo Desembargador Vicente José Malheiros da Fonseca.

Após participar da sessão, Jarbas fará uma visita à subseção daquele município, onde será anunciada a compra de novos equipamentos de informática para o local.

 

O Conselheiro Federal Roberto Lauria também acompanhou a votação em Brasília. Para ele é motivo de muito orgulho ter o nome do advogado paraense Reynaldo Silveira na lista sextupla do Conselho Federal. Segundo o conselheiro, a advocacia do Pará está envaidecida.
reynAlém de três membros natos do Conselho, todas as seccionais votaram no advogado paraense Reynaldo Silveira para compor a lista sextupla. Ele acompanhou a votação em Brasília para escolha dos nomes que iriam compor a lista sextupla dos candidatos à vaga de ministro do Superior Tribunal de Justiça - STJ.Satisfeito e orgulhoso Reynaldo Silveira agradeceu pelo apoio recebido. "Agradeço a todos os presidentes que votaram em mim pois todas as seccionais votaram em mim", disse ele que fez uma agradecimento especial à Jarbas Vasconcelos, que encabeçou sua campanha no Pará.

Após uma intensa campanha realizada pela OAB-PA, que defendeu o nome do advogado Reynaldo Silveira à vaga de ministro do STJ os advogados paraenses comemoraram a vitória da primeira batalha. 

Aos 56 anos de idade e 34 militando na advocacia paraense, o professor universitário Reynaldo Andrade da Silveira, mestre em Direito Constitucional da Universidade Federal do Pará (UFPA), foi eleito pelo Conselho Federal da OAB para compor a lista sêxtupla com os nomes dos candidatos à vaga do Superior Tribunal de Justiça – STJ.

A escolha de Reynaldo Silveira pelo Conselho Federal da OAB representou um grande passo na defesa da advocacia paraense, que nunca teve um representate naquele órgão. A lista com o nome dos candidatos eleitos pela OAB Nacional segue agora para o STJ, onde passará por um novo crivo. A expectativa, segundo Reynaldo, é que sejam escolhidos os nomes mais adequados para o cargo. "A decisão é do Superior Tribunal de Justiça.", concluiu.

O presidente da OAB-PA, Jarbas Vasconcelos estava em Brasília e participou da votação. "Estou muito satisfeito como o resultado. Mas esse não é o resultado final. Nesse momento precisamos estar cada vez mais unidos, torcendo para garantir o nome de um representante paraense no STJ. A nossa advocacia merece isso", afirmou.

Da relação encaminhada ao Tribunal sairá a lista tríplece. Esta será encaminha ao Presidente da República, que apontará os três novos ministro do Superior Tribunal de Justiça.

Depois de dois dias em sessão extraordinária neste fim de semana, o Pleno do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil, conduzido por seu presidente, Ophir Cavalcante, concluiu hoje (12), às 22h15, a formação das três listas sêxtuplas para o preenchimento de vagas de ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) destinadas à advocacia, dentro do chamado Quinto Constitucional. As três listas de nomes, escolhidas numa eleição à qual concorreram 41 candidatos, se destinam a preencher vagas abertas em decorrência das aposentadorias dos ministros Antônio de Pádua Ribeiro, Humberto Gomes de Barros e Nilson Naves. Elas serão agora encaminhadas ao STJ, que, por sua vez, as reduzirá para três listas tríplices, enviando-as em seguida ao presidente da República, que é o responsável pela indicação final dos três nomes de  ministros do STJ. Os indicados serão sabatinados pelo Senado Federal, que precisará aprová-los para que sejam nomeados pelo presidente da República.

Seguem as listas sêxtuplas escolhidas hoje pelo Conselho Federal da OAB, por ordem de votação:

1ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Antônio de Pádua Ribeiro: Edson Vieira Abdala (PR), Carlos Alberto Menezes (SE), Márcio Kayatt (SP), Alexandre Honoré Marie Thiollier Filho (SP), Ovídio Martins de Araújo (GO) e Antonio Carlos Ferreira (SP).

2ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Humberto Gomes de Barros: Fábio Costa Ferrario de Almeida (AL), Rodrigo Lins e Silva Cândido de Oliveira (RJ), Aniello Miranda Aufiero (AM), Sebastião Alves dos Reis Junior (DF), Rogério Magnus Varela Gonçalves (PB) e Alde da Costa Santos Júnior (DF).

3ª Lista - para a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Nilson Naves: Bruno Espiñeira Lemos (BA), Reynaldo Andrade da Silveira (PA), Mário Roberto Pereira de Araújo (PI), Elarmin Miranda (MT), Esdras Dantas de Souza (DF), Ricardo Villas Bôas Cueva (SP).reyn

Fonte: Site do Conselho Federal

O Pleno do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deu início à sessão extraordinária que acontecerá durante todo o dia de hoje (12) para formar três listas sêxtuplas constitucionais para o preenchimento das vagas de ministro destinadas à advocacia no Superior Tribunal de Justiça (STJ). Conduz a sessão o presidente nacional da OAB, Ophir Cavalcante. Dela participam os demais diretores da entidade, os 81 conselheiros federais, presidentes de Seccionais e membros honorários vitalícios da OAB.

Cada candidato tem um tempo destinado a expor informações de seu currículo e de sua carreira na área jurídica e, em seguida, sorteia o conselheiro federal que lhe fará questionamentos sobre o quinto constitucional da advocacia, temas ligados ao Judiciário nacional e sobre requisitos para atos judiciais junto ao STJ. As vagas estão abertas em decorrência das aposentadorias dos ministros Antônio de Pádua Ribeiro, Humberto Gomes de Barros e Nilson Naves.

Fonte: Site do Conselho Federal

 

 

Subseções

 

Publicações

Links Úteis

 

 

      

   

  

 

 

OAB - SEÇÃO PARÁ

Praça Barão do Rio Branco, 93 - Campina
Belém-PA - CEP 66015060
Fone:(0xx91) 4006-8600
Fax: (0xx91) 4006-8603